sábado, 8 de julho de 2017

Xales de tricô: cinco modelos básicos

Coloque 03 pontos numa agulha de tricô reta ou circular e... tricote um lindo xale do tamanho que quiser. Muito simples e com efeito lindos, basta escolher um dos cinco modelos da receita criada por Derya Davenport e que traduzimos para o português: quadrado, circular, triangular, semi-circular ou formato coração.
A foto abaixo é do formato coração, teste que fizemos para a tradução. 
Depois da montagem inicial, continue aumentando até o tamanho desejado. 
Ótimo projeto para presentinhos os rápidos de inverno.

 ✦Estes xales podem ser tricotados com qualquer fio.
✦ Qualquer padrão de pontos pode ser substituído por cordões de tricô.
✦ Qualquer aumento pode ser substituído por laçada.
✦ Blocagem aumentara o tamanho dos xales






Clique abaixo para o download da receita em português

domingo, 2 de agosto de 2015

Cachecol Rápido, tricô sem segredos!

Uma das receitas que todos adoram é o “cachecol de puxar” que recebe outros nomes como cachecol mágico, cachecol que desmancha. Pode ser feito com qualquer fio. Quanto tempo demora? Uma tarde  ou alguns dias para quem tem muito pouco tempo mas  quer fazer algo lindo e super express para presentear.

Você tricota 45 a 50 cm e ganha uma echarpe de 1.5 metros. Um show!
Eu fiz vários como echarpe para o verão usando três fios: Neonê, Brisa e Fiocel. O da foto abaixo é Cristal com Fiocel. Como esses fios são bem maleáveis fica maravilhoso. Mas podemos usar qualquer fio ou uma composição de fios desde que sejam  fios com caimento flexível. Com os fios 100% algodão não terá o mesmo efeito. Use fios lisos porque no final a peça deverá ser esticada para que a peça ganhe comprimento, o que fica difícil com fios tipo buclê ou que tenham bolinhas ou nós.
Receita
Agulha 6 mm
Coloque 18 pontos na agulha.
Carreira 1: 1 tricô, laçada,1 tricô, laçada até o final (total 35 pontos)
Carreira 02: 1 tricô, *2 meias, 2 tricôs*, repita *  * até o final
Carreira 03: acompanhe o ponto. Logo: 2 meias, 2 tricôs… e no final 1 meia.
Carreira 04: 1 tricô, *2 meias, 2 tricôs*, repita *  * até o final
Repitas as carreiras 03 e 04 até aproximadamente 45 a 50 cm.
O segredo está no arremate:
Comece pelo lado que tem 1 tricô no início:
Tricote 1 tricô, jogue um ponto da agulha (deixe cair sem medo), 1 meia, jogue um ponto, 1 tric0…assim até chegar ao final da carreira quando o último ponto tem que ser tricotado. O que está fazendo? Jogando os pontos que no início do trabalho,na carreira 01, correspondem às laçadas. Por isso ele se estica sem desmanchar.
Depois faça a última carreira arrematando. Corte o fio e de um nó. Então comece a se divertir: vá puxando o  trabalho até que todos os pontos que foram derrubados cheguem ao início do trabalho.
Coloque franjas e está pronto!
Essa receita é tradicional, parte do domínio público. Aprendi, ensinei e está por aí pra todo mundo fazer e se divertir.
Bom tricô!!!

domingo, 26 de julho de 2015

Um cachecol..uma gola




Gola em Barra Inglesa

Agulha: 6.0 mm
Quantidade de fio: 166 m
Tamanho: Comprimento: 120 cm e Largura: 15 cm
Dupla face, ponto tipo barra

Pontos utilizados:
BARRA INGLESA: ( número par de pontos) 1ª carr.: em meia; 2ª carr.: *1 meia, 1 ponto duplo, * repetir * * e terminar a com 2 meias. Repetir a 2ª carreir.
Instruções em vídeo para Barra Inglesa: Vídeo para barra inglesa: http://www.youtube.com/watch?a6Be43s3ppA 

PONTO DUPLO: coloque a agulha no ponto abaixo do ponto a ser tricotado e faça um meia. Desse modo o ponto que seria tricotado é tirado sem fazer e tricota-se o ponto da carreira anterior.

Instruções:
Coloque 20 pontos na agulha e trabalhe como indicado acima para a barra inglesa até atingir 120 cm ou o tamanho desejado.

Arremate
Faça dois meias, passe o primeiro ponto da agulha direita sobre o segundo, 1 meia, passe o primeiro ponto da agulha direita sobre o segundo, até o final. Torça a peça e costure.
Variações! 
Se preferir use como cachecol com ou sem franjas. Ou amplie o número de pontos para uma peça mais volumosa que poderá ser colocada na cabeça para proteger do vento. Torcer a peça e costurar dará o formato de gola moebius que aparece nas fotos.


Esta receita destina-se ao uso pessoal e não pode ser reproduzida para fins comerciais sem permissão.
      tricosemcostura.com * tricosemcostura@gmail.com * ID: tricosemcostura ©Tricosemcostura 2010


PDF da receita está disponível em português e inglês no Ravelry:

[Tradução] Gorro ou mascara?


Zsa Mask

© MorganMagic

Idea de MmeZsaZsa

by morganmagic  Flickr
by morganmagic Flickr

Material para tamanho 4- 6 anos:

- 100 gramas fio bulky
- agulhas retas de 5mm (ou de tamanho adequado para atingir a amostra)
- Amostra: 10 cm = 12 pontos
Pontos:
Malha de Meia = meia no direito, tricô no avesso.
Arremate os pontos no direito e coloque novamente no avesso.
Costura invisível
Receita:
Monte 31 pontos na agulha 5mm e faça 04 primeiras carreiras em meia no direito e tricô no avesso.
Na próxima carreira do direito, faça os buracos para os olhos: 8 meia– aremate 6 – 3 meia – arremate 6 pontos – 8 meia. Na carreira do lado avesso os pontos arrematados são colocados novamente na agulha (2x 6).
Continue trabalhando em malha de meia até aproximadamente 40cm de comprimento e arremate todos os pontos.
Dobre sua Zsa Mask em dois e costura os lados usando ponto invisível. Uma mascara de herói e um gorro quentinho está onde? Feito!

Colete em tricô: de cima para baixo (técnica top down)




Um colete simples e bem rapinho, para abrir os trabalhos de inverno.


A beleza da peça vem do fio artesanal;  os furinhos no eixo do raglan dão leveza a peça.
Materiais:
agulhas circulares de 7mm  e 6mm
340 gramas de lã corriedale Fiolã,  na cor marrrom natural, fio espessura média Coleção Brinco de Princesa
Marcadores coloridos
Noções Básicas:
Medidas:
O tamanho do busto foi calculado para 102 cm
Medidas da peça finalizada: 50 cm comprimento total – 20 cm para a cava (medida plana), 30 restante. Medida tomada a partir do alto do ombro. Medida total da peça aberta: 86 cm.
Amostra: 10 cm= 13 pontos
Cava: 23 cm ( medido sobre a linha do raglan)
Montagem inicial, antes de começar com as laçadas para o aumento do raglan:
1 meia (frente esquerda), 1 meia (eixo do raglan), 8 (mangas 01), 1 (eixo do raglan), 20 (costas), 1 (eixo do raglan), 8 (manga 02), 1 (eixo do raglan), 1 meia (frente direita) =42 pontos
Tricote uma carreira em ponto tricô, colocando os marcadores como segue: 1 t, marcador, 1 t, marcador, 8 t , marcador, 1 t, marcador, 20 t, marcador, 1 t, marcador, 8 t, marcador, 1 t. (total na agulha=42 pontos)
Atenção: essa carreira de montagem define a estrutura do trabalho.  Depois de montar, é feito um carreira em tricô e na seguinte inicia-se o direito do trabalho. Por que? Porque a montagem cria meia no direito e tricô no avesso, portanto a o que parece ser a primeira carreira, observando-se o desenho, já seria a segunda, portanto, o avesso. Quando na receita esta escrito marcador é apenas para passar o marcador de uma agulha para outra.
A partir daí, basta seguir o eixo do raglan tricotando meia no direito e tricô no avesso, até atingir a altura desejada da cava, como segue:
Direito: 1 meia, laçada, marcador,1 meia,marcador, laçada, (manga) meia até o próximo marcador , laçada, marcador, 1 meia, marcador,laçada, (costas) meia até o próximo marcador, laçada, marcador, 1 meia, marcador, laçada, (manga) meia até o marcador, laçada, marcador, 1 meia, marcador, laçada, 1 meia.
Avesso: em tricô
Repetir por seis carreiras.
Inicie o trabalho do decote. Segundo as carreiras acima, apenas faça um aumento (kfb, meia frete e costas) no meia do início e final da carreira por quatro carreiras de direito. Para finalizar o decote, aumente seis pontos no início das duas próximas carreiras.
Então continue seguindo os aumentos  até atingir 23 cm de altura da cava, medida sobre a linha do raglan.
Separar as mangas do corpo:
Comece tricotando a frente, quanto chegar ao primeiro eixo do raglan coloque os pontos da manga num fio e aumente 6 pontos (cava) usando o metodo cast on (3 pontos, coloque marcador, 3 pontos), tricote os pontos das costas e separe a segunda manga, colocando os pontos num fio, aumente novamente mais seis pontos (cava) e tricote a parte da frente. O marcador no meio dos seis pontos aumentados marca a separação entre a frente e as costas, de cada lado.
Pronto, mangas e corpo estão separados.
Tricote por 18 carreiras. Então  inicie o ajuste para o acinturamento da peça.
Entenda:
Para acinturar a peça devem ser feitos diminuições. Para centralizar a diminuição conte o número de pontos da frente, e das costas, sem considerar os seis pontos da cava . Portanto (pontos da frente= 6 da cava+ pontos das costas+ 6 cava+ pontos da frente). Divida o total de pontos da frente  e centralize dois pontos; nas costas, calcule a metade e depois centralize  dois pontos em cada metade . Porque? porque a diminuição será feita na frente e nas costas. Na cava deverá ser diminuído 1  ponto de cada lado, logo a cava perderá dois pontos.
Na carreira 19 inicie a  carreira pelo direito e faça a diminuições nos pontos marcados fazendo um ssk , tricote os dois pontos centrais, 2 pontos juntos em meia, tricote até dois pontos antes do marcador, faça 1 ssk, tricote 1 ponto meia, passe o marcador, 1 ponto meia, dois pontos juntos em meia, continue tricotanto até 2 pontos antes do marcador das costas, dois juntos, 2 meias, 1 ssk, tricote até  dois pontos antes do marcador, 1 ssk, dois pontos meia, 2 pontos juntos, tricote até a cava repetindo o que foi feito para a cava anterior e frente.
Na carreira 20, avesso, tudo em tricô.
Na carreira 21 repita apenas as diminuições da frente e costas ( na cava as diminuições são feitas apenas uma vez).
Tricote por mais 12 carreiras e aumento os pontos que foram diminuídos nas frente e nas costas, um vez. Então continue até atingir 30 ou 32 cm (ou até a altura desejada)
Faça  o acabamento em barra torcida 1/1 nas mangas e nas laterais das frentes. Por último, levante os pontos em volta do decote e tricote quatro carreiras em barra torcida 1/1.
Dica: levante os pontos para o acabamento com um agulha mais fina do que a usada para fazer a barra, isso deixará o acabamento mais perfeito.

Receita prática: gola em cordões de tricô



Essa gola ficou muito confortável e prática tanto no uso  quanto na confecção. Pode servir como gola, como uma gola pelerine e se puxada para cima, transforma-se numa gola capuz. Bem prático para usar, permitindo vários looks e de uma confecção simples. 


Em cordões de tricô (feitos sempre em meia no direito e no avesso) Foi tricotada em agulhas retas de 12mm, com  quatro novelos de lã merino com tingimento natural de noz pecã e cascas de cebola. Mas pode ser feita com um fio de cada cor, e, nesse caso, é preciso fazer uma amostra para calcular com mais precisão a quantidade de pontos. Pode usar vários fios juntos para ficar mais grosso e dar o efeito que é mostrado na foto.
Receita
04 novelos de lã merino  ( 02 na cor casca de cebola e 02 na cor noz pecã)
Use fio duplo, um de cada cor e agulhas retas 12m.
Coloque 60 pontos usando o método provisório e tricote em cordões de tricô por 70 cm. O comprimento da peça pode variar, mas deve ser um pouco menor do que a circunferência do busto com braços, pois o modelo é para ser usado como uma pelerine. Os cordões de tricô resultam numa malha elástica que se adaptará facilmente a osdiferentes tamanhos, aliado, é claro, à elasticidade  da lã natural.
Quando a peça atingir o comprimento desejado, unir os dois lados utilizando a técnica do grafting para cordão de tricô. Dessa forma a junção ficará imperceptível, definindo a leveza da peça.
Assim, muito simples, uma peça multiuso, quente e confortável em maxi tricô.  Para quem gosta de pontos maiores, é só colocar três fios e ampliar a agulha. Os vídeos abaixo podem ajudar nos detalhes de acabamento da peça, como a montagem provisória e o grafting. Outro detalhe importante é trabalhar em ponto meia no direito e no avesso e sempre tirar o primeiro ponto sem fazer em tricô, no início de cada carreira.


Montagem provisória (provisional cast on)http://www.youtube.com/watch?v=FE6fNwFjBVI Grafting em cordão de tricô (Grafting Garter Stitch (Kitchener)http://www.youtube.com/watch?v=BAEIogIli6o

Xale Simples


Esta peça retangular pode ser usada como xale, cachecol e até como pelerine com um broche ou prendedor. É uma peça muito simples indicada para quem está começando a tricotar e quer fazer um trabalho maior. A mistura do fio de algodão com o frio de acrílico faz com que a peça fique leve e de toque macio. A peça da foto acima foi tricotada com um novelo de Anne e um cone de Brisa, e ainda sobrou bastante fio de ambos. Creio que um novelo de Brisa será suficiente, mas é bom ter mais um na reserva. O importante nessa receita é o equilíbrio da numeração da agulha com o fio duplo. 

Fio: 01 novelo de linha Anne da Círculo (500 m ) e 01 cone de Brisa da Pingouim.
Agulhas: 6,5 mm 
Comprimento do xale: 140 cm 
Largura: 40 a 42 cm

Instruções: 
Coloque 70 pontos na agulha e trabalhe em cordões de tricô, fazendo o ponto meia no avesso e no direito. 
1.Carr: em meia 
2.Carr. Tire o primeiro ponto sem fazer (em tricô) e faça o restante em meia.
Repita a carreira 2 até atingir o tamanho desejado.

Arremate:
 Faça dois meias, passe o primeiro ponto da agulha direita sobre o segundo, 1 meia, passe o primeiro ponto da agulha direita sobre o segundo, até o final. 
Corte o fio deixando um pedaço que deve ser mantido na franja ou alinhavado e preso ao longo da peça para evitar que se solte com o tempo. 

Atenção! Tirar o primeiro ponto sem fazer em tricô quando se trabalha em ponto meia no avesso e no direito evita os pontos largos que as vezes se formam no início das carreiras e cria um efeito de acabamento na lateral da peça. 

Cachecol com agulhas grossas: receita super fácil!

Receita
Colocar 20 pontos nsa agullhas 9 mm e fazer três carreiras em ponto meia para formar cordões de tricô.
Seguir:
 1ª. carr: 2 meias, 1 tricô, 1 meia, até os últimos 2 pontos, 2 meias.
2ª carr.: toda em ponto meia;
Repetir as carreiras 1 e 2 até obter tamanho desejado. Fazer três carreiras em meia e arrematar.
O cachecol ficará um pouco enrolado, se preferir que não enrole muito faça quatro ponto em tricô ao invés de dois, de cada lado. Para isso, na primeira carreira  do ponto fantasia : 4 meias, 1 tricô, 1 meia, até os últimos quatro pontos, 4 meias.

No cachecol foi usado pouco mais de 1,5 novelo. Para tricotar uma gola,um novelo será suficiente.
Opções de ponto para cachecol. As amostras foram feitas nas agulhas 9mm e 10mm, o ponto é o falso ponto inglês.
Número par de pontos
Carr. 1: 1 laçada em meia, 2 meia, passe a laçada sobre os dois pontos meias na agulha da direita, repita até o final.
Carr.2 tricô
Repetir as carreiras 1 e 2.


Número de pontos divisível por 3 + 1
Carr.1: meia
Carr.2:  três pontos juntos em tricô, sem retirar a agulha, faça uma laçada e novamente os três pontos junto em tricô, passe para a agulha direita, repita até um ponto antes do fim da carreira, 1 tricô.
Carr. 3:  meia
Carr. 4: 2 tricôs, três pontos juntos em tricô e sem retirar a agulhafaça uma  laçada e novamente os três pontos juntos em tricô,  passe para a agulha  direita, repita até dois últimos pontos,  2 tricôs.
Carr. 5: meia
Carr. 6: 1 tricô, três pontos juntos em tricô e sem retirar da agulha faça uma laçada e novamente os três pontos juntos em tricô até o final da carreira.

sábado, 25 de julho de 2015

Poncho Infantil: primeira peça em agulha circular?


Fios: Rustilana da Aslan, 02 novelos
Agulhas circulares: 7 mm e 8 mm
Receita
Coloque 28 pontos na agulha circular, feche o círculo, coloque um marcador para indicar o ínício da carreira e trabalhe em ponto de barra 1/1 (1 tricô, 1 meia) por o4 carreiras.
Na próxima carreira (5ª carr.), toda em ponto meia, faça 13 pontos, coloque um marcador, 1 meia, marcador, 13 meias,  marcador, 1 meia, marcador. Atenção: haverá três marcadores, um indicando o inicio da carreira e os outros  dois destacando o ponto central que será o eixo dos aumentos, por isso, use cores diferentes conforme a função do marcador.
Na 6ªcarreira, trabalhe em meia até o marcador, aumente 1 ponto, passe o marcador, 1 meia (ponto central), passe o marcador, aumente 1 ponto, siga em meia até o final da carreira. Na carreira seguinte, toda em ponto meia.
Assim siga alternando uma carreira com aumentos de cada lado do ponto central e a carreira seguinte toda em meia, ate atingir a altura desejada. Faça as duas últimas carreiras com a agulha 7mm em ponto de barra 1/1 e arremate de modo bem solto, para que o poncho tenha elasticidade na barra.  O modelo da foto acima tem 53 cm de comprimento, medido do início até o final sobre o ponto central e 20 cm de largura na abertura do pescoço.
Note que existem diferentes formas de fazer o aumento, neste eu usei o M1 (veja os vídeo: aumento a direita e aumento à esquerda), que não deixa um buraquinho. Se fizer uma laçada, haverá furinhos ao lado do ponto central. No caso de um fio de cor sólida, uma variação é colocar uma trança no centro ao invés de um ponto meia, e seguir conforme as demais instruções.

Xale Geométrico: receita fácil para iniciantes

Material
02 novelos de lã. Na foto foi usado o fio Bariloche da Aslan (fio 85% lã e 15% poliamida) 
 Agulhas de tricô 7mm ou numeração adequada ao fio (indicada no rótulo do fabricante)

Execução

Monte 03 pontos e tricote uma carreira em ponto tricô. Tricote o xale em ponto meia no direito e no avesso para formar cordões de tricô.

Carr. 01: Tire um ponto sem fazer em tricô, 1 aumento, meia até o final.

Repita a carreira 01  até obter 102 pontos. (Isso significa que em toda carreira, tanto direito quanto avesso, será aumentado um ponto.)

A partir trabalhe um lado de 51 pontos:

Direito: Tire um ponto sem fazer em tricô,  faça 48 meias (até os três últimos pontos) dois pontos juntos em meia, 1 meia.

Avesso: Vire o trabalho e tire 1 ponto sem fazer em tricô, meia até o final.

Repita essas duas diminuindo do lado interno e mantendo o lado de fora reto. Ao restarem apenas três pontos, arremate.

Faça  o outro lado igual, invertendo a inclinação. Os lados de fora devem ficar retos.